sexta-feira, setembro 16, 2005

A Nanicopeia ou a Anãoníada: Os anos formadouros



Cavalgaram durante 14 dias. Ao décimo quinto o pónei de Hérve caiu exausto. Passados mais quinze dias, carregando o pónei às costas para fazerem bifanas, chegaram a Constantinopla. Recusaram-lhes a entrada por causa do cheiro do pónei e de Hervé. Climi invoca Godzilla que arrasa a cidade. Os aldeãos só voltarão quando esta se chamar Istambul. Continuam para este.
Passados mais quinze dias, Hervé enfrenta uma cobra piton de doze metros. A luta é sufocante mas o nosso herói liberta-se zigzagueando entre o recto e o pescoço do animal. A batalha termina não porém sem vítimas: o testículo esquerdo cede.
Terá que ser amputado irremediavelmente. Climi apenas tem uma garrafa de dão. Hervé bebe a garrafa de golada, climi quebra-a e avança para os tin tins ( expressão que iria ser retomada em 1956, aquando da carreira de escritor de Hervé, com o nome artístico de Hergé). Hervé, tomado pelo pânico, flatula. Climi descontrola-se e cede à dúvida. "aniki bobó..." - começa... "Ah, bóbó", recorda e decepa o membro viril de hervé.
Hervé não chora, um herói não chora - pensa. Talvez só um bocadinho porque dói imenso. Pensa na estepe, pensa na princesa que vivia na colina e que o amava embora isso fosse errado. Recorda que, debaixo da sua sela, no seu pónei - transportava para fazer bife tártaro - um frasquinho com células estaminais retiradas do seu cordão umbilical. Iria fazer um novo membro viril.
No entanto, o destino surpreende-nos. O frasco partira-se e as células estão misturadas com cocó de pónei. O leitor certamente recordará que Tatoo mancava ligeiramente. Tal era devido ao facto de que o seu pénis não parou de crescer ao longo das doze séries, tendo que ser novamente amputado em 1983, pois ganhara vida própria e insistia a balançar entre árvores sufocando o nosso herói. ( referências muito veladas a William Burroughs e a Edgar Rice Burroughs, sem relação de parentesco e escritores de Naked Lunch e Tarzan, respectivamente ).
Chegados a Kuala Lompur, o governante da cidade, King Koala, recusa-lhes a entrada por causa de umas contas antigas de climi. Este invoca mais uma vez Godzilla, que acaba por ir destruir Tóquio. Os nossos heróis fazem o cerco da cidade durante dez anos. No décimo ano, Tatto desafia o herói de Kuala Lompur: Mogli, o menino selvagem.
Lutam duramente e Tattoo, mais selvagem do que o menino, esventra-o barbaramente. O povo, assustado chama-o de makassop: traduzido como "o animal cruel que esventra meninos selvagens com as mãos". King Koala refugia-se em Santa Helena até partir para o exílio na Austrália. Só voltará passados seis meses, adquirindo residência na Córsega.
Tattoo decide destruir a cidade. Hoje chama-se bangcock.

2 comentários:

Ayatollah_Baloni disse...

O menino Tattoo, Conan, Yvette Sangalo e Bin Laden nunca se cruzaram entre Jerusalém e Medina para guerrear entre os 4 até à exaustão?
É uma dúvida que tenho e que ,quem sabe, você me poderá ajudar a esclarecer.

Atentamente,
alguém que se preocupa pelo estado de saúde do mestre supremo.

AloiseCorbaz disse...

I make a piss in allah´s, Buda´s &Yaveh´s heads. Goodnight