terça-feira, agosto 22, 2006

Quo Vadis?

...Houve burburinho em relação aos Maduros. Houve INVEJA. Houve DÔR DE CORNO???. Li, acho que no Correio da Manhã (????) um gajo qualquer dos TurboJunkie, que qual Virgem Ofendida, se manifestava contra o facto de não haver mais bandas portuguesas na «Area», e talvez, a relutância «contra» os Maduros.
Não sou Advogado. De Defesa, ou Ataque, mas apetece-me dizer o seguinte:

- DEIXEM-SE DE MERDAS.UM SENHOR, E DIGO NOVAMENTE, UM SENHOR COMO O JOSÉ PEDRO REIS (Para os amigos e familiares: Zé Pedro «dos Xutos») TEM CARTA BRANCA (Porque nós assim gostamos!) PARA NOS DAR O SEU PRAZER E AO MESMO TEMPO tornar em nós, esse PRAZER de pura e simplesmente ter o PRAZER de o vêr em palco com aqule colectivo e fazer o que lhe dá na gana, ou seja, e discriminadamente, nos dar um pouco da essência do Rock'n'Roll.
Pergunto, questionando-me: Quem é este rapaz que equaciona algo que nem ao pertissimo atingiu? Será um dos «rapazes» que deixa crescer a barba e diz que é um «Intervencionista»? Um «Artista»? Daqueles que «chora» porque não há sitios para tocar? Daqueles que tem 30 Anos e aínda vive com os Pais?

Sócio!!!! RESPEITO!!!!

Para salvaguarda de qualquer ideia confesso que sou FAN do trabalho, da simplicidade, do conhecimento, do prazer musical, da presença e MANEIRA DE SER E ESTAR, de um SENHOR como é o «Zé Pedro». É Hilariante e de escangalhar a rir, um cromo (como muitos) pensar que «aqueles» Senhores (Maduros) meteram uma «Cunha» para tocarem lá....RESPEITO!

6 comentários:

eduardo disse...

se calhar não meteram cunha mas para uma banda praticamente anónima tocar no palco principal de Paredes de Coura, das duas uma:
ou foram incluidos à ultima na base de tapar uma desistência, ou o nome dos seus componentes pesa muito.
A mim nem me aquece nem arrefece, muito embora preferisse ver os Bypass ter o destaque que merecem ao figurarem no cartaz deste ano.

boris disse...

Hey there!

Just came across your (brilliant) blog and though I'd drop you guys a
line or two!
You might remember us, Boris and Rolands from Germany that is, from
last year's summer. We spent a night of serious drinking and ended up
in that funky karaoke bar of which I am still not sure where exactly
it was... Dr. Mini Snacks and his girlfriend took us to our hostal in
the end, thanks again guys, we wouldn't have made it on our own :)
Ever since I'm back I've been missing the Radio Bar, since there just
isn't a nearly-as-much rocking venue in our town (Cologne). I'm
totally happy to know that you're still up and running, and hopefully
it'll stay this way until my next visit to Porto!
In the meantime, I'd love to send you guys a copy of my album, which
I've finally finished and which will be released in late October. I'd
be honoured beyond telling if you could give it a couple of spins in
the Radio Bar! Uhm... so, if you could drop me an address, a copy
shall be sent in your direction in no time!

Okay, hope to be hearing from you and greetings from Cologne,

Boris

P.S.: your email at hotmail doesn't work... I've tried three times

boris disse...

btw, snacks, my email is my.ophelia@gmail.com. Cheers!

myself disse...

Miguel...sem querer ofender...mas há alturas em que temos que nos por de fora e esquecer as ligaçoes que temos ás pessoas que se falam.
Maduros é MAU demais para ser verdade. O gajo não sabe cantar, escrever, nada. Confesso que nunca mas nunca ouvi nada tão mau. E eles foram CUNHA ou simplesmente TAMPÃO dum cartaz no qual não encaixavam em nada.
A mim o nome Zé Pedro não me diz NADA.
E por muito que te custa terás que admitir e respeitar a opinião dos outros.
Não tens que deixar de ser amigo do senhor em causa.
Mais uma vez é a minha opinião HONESTA e limpa de preconceitos.
Abraços

Anónimo disse...

Foi tão mau que até doeu.
Por gostar tanto do Zé Pedro é que me custou vê-lo fazer aquelas figuras.
Os amigos também servem para dizer que às vezes o caminho não é por aí. As palmadinhas nas costas podem ser muito deletérias.
Pedro

Mig-l disse...

Se partirmos do principio que amigos são para o Bom e o Mau, não entendo a tua frase das «palmadinhas». Se «figuras» é fazer o que dá na gana de cada um, EU faço muitas (e sem palmadinhas).

Se leio bem o que escrevi, apenas refiro à questão do Respeito. O mesmo que é preciso para o Bom e o Mau, aquele que se aplica a senhores como o Zé Pedro, ou 1 puto que dá os 1ºs passos com a sua guitarra e/ou banda.

Miguel